Veja no Google + Participe!

Diagrama Comandos Elétricos Garagens de Shoppings e Estacionamentos

Fala amigos do Blog Ensinando Elétrica, beleza! Olha só no artigo de hoje 21/09 exatamente estaremos trazendo aqui no Blog Ensinando Elétrica, mas um artigo da área de comandos elétricos.

Sabemos que os sistemas são bem mais avançados e eletrônico, porem ainda é possível fazer com alguns componentes de comandos elétricos, como contatores auxiliares e mini contatores. Atividade bem interessante de se fazer. Baixe o CADe SIMU - www.cadesimu.net

Atividade Diagrama de Comando Garagem de Shopping e Estacionamentos
Foto de Capa Apenas
Ads:


Um sistema bem simples, não tem segredo nenhum e pode ser muito utilizado em pequenas empresas, temos por exemplo um portão da garagem.

E você quer facilitar o acesso a ela para você e seus clientes por exemplo, temos os dados acima como referência, senso S3 e S4 fins de curso e -B2 barreira refletiva.


Acredito que nesse tipo de portão também de para fazer.
Ads:


Ads:


Abaixo o Diagrama Completo de um Sistema Funcional


Liga o sistema pressionando Start aciona se o motor para levantar o portão, quando chega no S3 que é um fim de curso rolete, aciona - se  temporizador e conta 5 segundos, após o tempo o portão desse automaticamente até que se feche e encoste no sensor S4 que desliga o sistema. Quando se aproximar o veículo no sensor B2 aciona-se o sistema de comando e o portão sobre, vai aciona o temporizador que aciona a descida novamente e assim segue o cliclo. Para desligar e ir embora pressiona Stop

Ads:

Acompanhe a Simulação abaixo, lembre-se de baixar o CADe SIMU 3.0 para realizar essa atividade em comandos elétricos.


Quer baixar o arquivo.cad desse projeto? clique aqui!

Ads:


Motores de Portão para seu conhecimento:


Ads:




Ads:





Galera, um artigo simples e objetivo para vocês aqui no Blog Ensinando Elétrica, lembre-se de compartilhar para ajudar o Blog Crescer Cada Dia Mais :)

Veja os artigos que recomendamos:

Seu Madruga Eletricista Episódios Chaves

Quem ai é Eletricista e ainda não assistiu os episódios do chaves onde o seu madruga acaba dando uma de eletricista é muito engraçado e hilário.



E você também pode ser um eletricista também assim como o seu madruga, lembre-se sempre use o blog ensinando elétrica apenas para referências sobre instalações todo serviço deve ser realizado por um profissional apto. Não necessariamente ter um diploma



Veja os episódios abaixo

Ep. 01 - É duro ser Eletricista -



Ep. 02 - O trocador de lâmpadas -


Ep. 03 - O Curto-Circuito



Epicos esses episódios, por enquanto só achei esse se encontrar mais trago aqui na página do Seu Madruga no Blog Ensinando Elétrica. :)

Recomendamos:


O que é a Industria 4.0?

O Que é Indústria 4.0 e Como Ela Vai Impactar o Mundo, você já ouviu falar? fique conosco nesse artigo e compreenda melhor sobre o que é a industria 4.0.



O que é a industria 4.0? 

É um conceito de indústria proposto recentemente e que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. A partir de Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis.

Ads:



Isso significa um novo período no contexto das grandes revoluções industriais. Com as fábricas inteligentes, diversas mudanças ocorrerão na forma em que os produtos serão manufaturados, causando impactos em diversos setores do mercado.

Histórico das revoluções industriais seguida pela quarta revolução, ou Indústria 4.0.



Resumo das três revoluções industriais seguida pela quarta revolução, ou industria 4.0.

O termo industria 4.0 se originou a partir de um projeto de estratégias do governo alemão voltadas à tecnologia. O termo foi usado pela primeira vez na Feira de Hannover em 2011. Em Outubro de 2012 o grupo responsável pelo projeto, ministrado por Siegfried Dais (Robert Bosch GmbH)  e Kagermann (acatech) apresentou um relatório de recomendações para o Governo Federal Alemão, a fim de planejar sua implantação. Então, em Abril de 2013 foi publicado na mesma feira um trabalho final sobre o desenvolvimento da industria 4.0. Seu fundamento básico implica que conectando máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de valor que podem controlar os módulos da produção de forma autônoma. Ou seja, as fábricas inteligentes terão a capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas nos processos e se adaptar aos requisitos e mudanças não planejadas na produção.

1 – Princípios da Indústria 4.0

Existem seis princípios para o desenvolvimento e implantação da industria 4.0, que definem os sistemas de produção inteligentes que tendem a surgir nos próximos anos. São eles:

Capacidade de operação em tempo real: 

Consiste na aquisição e tratamento de dados de forma praticamente instantânea, permitindo a tomada de decisões em tempo real.

Virtualização: Simulações já são utilizadas atualmente, assim como sistemas supervisórios. No entanto, a industria 4.0 propõe a existência de uma cópia virtual das fabricas inteligentes. Permitindo a rastreabilidade e monitoramento remoto de todos os processos por meio dos inúmeros sensores espalhados ao longo da planta.

Descentralização: A tomada de decisões poderá ser feita pelo sistema cyber-físico de acordo com as necessidades da produção em tempo real. Além disso, as máquinas não apenas receberão comandos, mas poderão fornecer informações sobre seu ciclo de trabalho. Logo, os módulos da fabrica
inteligente trabalharão de forma descentralizada a fim de aprimorar os processos de produção.

Ads:



Orientação a serviços:

Utilização de arquiteturas de software orientadas a serviços aliado ao conceito de Internet of Services.

Modularidade:

Produção de acordo com a demanda, acoplamento e desacoplamento de módulos na produção. O que oferece flexibilidade para alterar as tarefas das máquinas facilmente.

Veja abaixo um vídeo explicando um pouco o que é a industria 4.0:


2 – Pilares da indústria 4.0:

Com base nos princípios acima, a industria 4.0 é uma realidade que se torna possível devido aos avanços tecnológicos da última década, aliados às tecnologias em desenvolvimento nos campos de tecnologia da informação e engenharia. As mais relevantes são:

Internet das coisas (Internet of Things – IoT): Consiste na conexão em rede de objetos físicos, ambientes, veículos e máquinas por meio de dispositivos eletrônicos embarcados que permitem a coleta e troca de dados. Sistemas que funcionam a base da Internet das Coisas e são dotados de sensores e atuadores são denominados de sistemas Cyber-físicos, e são a base da industria 4.0.
Big Data Analytics: São estruturas de dados muito extensas e complexas que utilizam novas abordagens para a captura, análise e gerenciamento de informações. Aplicada à industria 4.0, a tecnologia de Big Data consiste em 6Cs para lidar com informações relevantes: Conexão (à rede industrial, sensores e CLPs), Cloud (nuvem/dados por demanda), Cyber (modelo e memória), Conteúdo, Comunidade (compartilhamento das informações) e Customização (personalização e valores).

Ads:



Segurança: Um dos principais desafios para o sucesso da quarta revolução industrial está na segurança e robustez dos sistemas de informação. Problemas como falhas de transmissão na comunicação máquina-máquina, ou até mesmo eventuais “engasgos” do sistema podem causar transtornos na produção. Com toda essa conectividade, também serão necessários sistemas que protejam o know-how da companhia, contido nos arquivos de controle dos processos.

Além destas tecnologias, outros dispositivos terão um papel importante na indústria 4.0. Como a tecnologia RFID, que vem ganhando espaço com os sistemas de rastreabilidade industrial, e os módulos IO-Link.  Esses módulos possuem endereço IP próprio, com conexões diretas de alto e baixo nível. Portanto, descentralizam e organizam a rede de sensores e demais componentes. Com o processo de modularidade da indústria 4.0, aliado à crescente quantidade de sensores que serão utilizados nas fábricas inteligentes, os módulos IO-Link desenvolvimento de sistemas Cyber-físicos para fábricas inteligentes.



Conexões de dispositivos industriais convencionais x Conexões via módulos distribuídos

Conforme o avanço das tecnologias aqui citadas, a tendencia é que em um futuro próximo as fábricas se adequem ao conceito de indústria 4.0, tornando-se altamente autônomas e eficientes.

3 – Impactos da Indústria 4.0:

Um dos maiores impactos causados pela indústria 4.0 será uma mudança que afetará o mercado como um todo. Consiste na criação de novos modelos de negócios. Em um mercado cada vez mais exigente, muitas empresas já procuram integrar ao produto necessidades e preferências específicas de cada cliente. A customização prévia do produto por parte dos consumidores tende a ser uma variável a mais no processo de manufatura, mas as fábricas inteligentes serão capazes de levar a personalização de cada cliente em consideração, se adaptando às preferências.

Outro ponto que será abalado pela quarta revolução industrial será a pesquisa e desenvolvimento nos campos de segurança em T.I., confiabilidade da produção e interação máquina-máquina. A tecnologia deverá se desenvolver continuamente para tornar viável a adaptação de empresas a este novo padrão de indústria que está surgindo.

Os profissionais também precisarão se adaptar, pois com fábricas ainda mais automatizadas novas demandas surgirão enquanto algumas deixarão de existir. Os trabalhos manuais e repetitivos já vem sendo substituídos por mão de obra automatizada, e com indústria 4.0 isso tende a continuar. Por outro lado, as demandas em pesquisa e desenvolvimento oferecerão oportunidades para profissionais tecnicamente capacitados, com formação multidisciplinar para compreender e trabalhar com a variedade de tecnologia que compõe uma fábrica inteligente.


Co-autoria: Guilherme Cano lopes

Estudante de Engenharia de Controle e Automação pela UNESP e técnico em mecatrônica pela ETEc Getúlio Vargas. Durante a faculdade foi bolsista de iniciação científica e membro da equipe de pesquisa em robótica móvel da UNESP, participando em competições como a Robocup.  Atualmente é estagiário na empresa Citisystems.

Compartilhe este Artigo - Você também Compartilhado de CitiSystems

Recomendamos:

O que faz um Eletrotécnico?

Fala amigos nesse pequeno e simples artigo aqui no Blog Ensinando Elétrica, para sanar a dúvidas de alguns participantes do fórum privado. O que faz o eletrotécnico?



Perfil do Profissional: O Técnico em Eletrotécnica na área de indústria tem formação para atuar: na linha de instalações prediais com competências e habilidades para elaborar projetos e execução de instalações elétricas residenciais e prediais, supervisão, execução, inspeção e controle de manutenção em sistemas de instalações elétricas e também atuar na linha de instalações industriais com competências e habilidades para elaborar projetos e execução de instalações elétricas industriais, supervisão, execução, inspeção e controle de manutenção em sistemas de instalações elétricas.

Ads:



Área de Atuação: O Técnico em Eletrotécnica poderá: identificar energias renováveis e não renováveis e seus impactos ambientais, utilizar energia elétrica de forma racional, bem como a medição, a tarifação, a conservação e a geração de energia elétrica através das principais fontes de energia alternativa, conhecer e avaliar propriedades, acessórios e dispositivos de rede de baixa e alta tensão, analisar e especificar circuitos digitais combinacionais e seqüências, conversores analógicos digitais aplicados a circuitos eletrônicos e implementar sistemas automatizados utilizando controladores lógicos programáveis.

Faculdades e Instituições para Aprender Eletrotécnica?




Duração do Curso: 3 anos ou 2 anos. 

Um eletrotécnico tem por finalidade não só a instalação elétrica, mas tem uma noção de mecânica, eletrônica e segurança do trabalho.

Confira algumas escolas que oferece o Curso de Eletrotécnico Presencial e ONLINE!

Recomendamos:

O que faz um Engenheiro Eletricista?

Fala amigos vocês sabem o que faz um Engenheiro Elétrico? Veja nesse artigo compartilhado, artigo muito útil e interessante.

Artigos novos no Blog Ensinando Elétrica toda quarta feira!




O que faz um engenheiro eletricista?

Descubra em quais áreas um engenheiro elétrico pode atuar e como é o trabalho deste profissional na prática!

ENGENHEIRO ELÉTRICO 

O engenheiro eletricista é o profissional responsável por levar energia elétrica a toda população com segurança e qualidade. Seu trabalho também envolve a fabricação de equipamentos e o desenvolvimento de circuitos elétricos para pequenos componentes da indústria eletroeletrônica.



Para exercer a profissão, é obrigatório ter um diploma em curso superior de Engenharia Elétrica reconhecido pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Conheça um pouco mais sobre as áreas em que um engenheiro elétrico pode atuar e as atividades que desempenha em cada uma delas!

Descubra a faculdade certa pra você em 1 minuto!

O que faz um engenheiro elétrico?

Desde um simples escritório até grandes indústrias e empresas de telecomunicações, nos dias de hoje a energia elétrica é fundamental para o funcionamento de qualquer estabelecimento. E é o engenheiro elétrico que possibilita isso.

Ads:


Para a população em geral, o trabalho do engenheiro eletricista também é fundamental, pois parte de seu trabalho é planejar a distribuição de energia e fazer com que ela chegue em cada residência de forma segura.

Conheça algumas das áreas onde um engenheiro elétrico pode atuar e as atividades que desempenha em cada uma delas.


1. Construção Civil

A área da construção civil contrata muitos engenheiros elétricos. O engenheiro eletricista projeta os circuitos elétricos necessários para a construção e define os materiais a serem utilizados. Realiza projetos de sistemas elétricos em prédios residenciais, comerciais, públicos ou em fábricas e complexos industriais.

Ele também atua na elaboração de plantas de indústrias de geração de energia, como hidrelétricas, usinas eólicas e outras. Em todos esses casos é preciso que ele conheça os tipos de energia elétrica aplicada, sua intensidade e fluxo necessário. Um projeto adequado evita que danos e sobrecargas no sistema causem acidentes.

O engenheiro elétrico não atua somente nos projetos de construção. Planejamento de reformas, reparos e manutenção também exigem a atenção deste profissional.

2. Automação

A automação é a área que desenvolve sistemas robotizados e autogerenciáveis para processos industriais.  O engenheiro elétrico pode atuar na área de automação planejando e desenvolvendo novas estruturas de automação elétrica para indústrias. Ele projeta desde componentes elétricos simples, que fazem parte de outros produtos, até estruturas bastante complexas para automatizar o processo de produção de uma fábrica, por exemplo.

Em muitos casos, a planta elétrica da empresa também exige alterações para a adoção de sistemas automatizados. Para isso, o engenheiro elétrico deve analisar os efeitos das mudanças e implantações automatizadas a serem realizadas, dimensionar corretamente a quantidade de energia necessária e como ela estará distribuída.

Ads:


Além de criar o sistema automatizado e ajustar a planta da empresa, é preciso também verificar se o fornecimento de energia proveniente da rede pública é suficiente para aquela instalação industrial, sem que isto afete o fornecimento na região.

No caso de empresas com sistemas automatizados já implantados, o engenheiro pode atuar como responsável pelas manutenções preventivas e corretivas das instalações, máquinas e equipamentos.

3. Fornecimento de Energia Elétrica

Com o aumento da população, de obras na construção civil e novas indústrias, as empresas de fornecimento de energia necessitam melhorar sua capacidade produtiva.

O engenheiro elétrico pode atuar na criação de hidrelétricas, contribuindo no dimensionamento de turbinas, sistemas de armazenamento e redes de transmissão. Ele também pode realizar estas atividades em usinas eólicas e solares.

Seus conhecimentos também são úteis em subestações de energia, as quais devem ajustar seus processos e capacidade de fornecimento de acordo com a demanda da região que atendem.

O engenheiro elétrico também atua em indústrias de fornecimento no que diz respeito ao acompanhamento, manutenção e reparos rápidos, para que não interrompam o fornecimento de energia para a região atendida.

Ads:


4. Telecomunicações

Na indústria de telecomunicações, o engenheiro elétrico atua na criação de sistemas de transmissão e contribui para a elaboração de projetos de ampliação da empresa.

Juntamente com outros profissionais, o engenheiro elétrico atua na construção de sistemas de telefonia e transmissão de dados, ou na fabricação de equipamentos para os mesmos fins.

5. Eletroeletrônica

A eletroeletrônica alia a eletricidade à eletrônica. Isso quer dizer que os conceitos de eletricidade são utilizados na criação de sistemas e componentes eletrônicos simples e complexos.

O engenheiro elétrico atua nessa área contribuindo para a criação de componentes e sistemas. Em geral, sua atuação na eletroeletrônica ocorre em parceria com  profissionais de diferentes áreas. Por exemplo: na criação de eletrodoméstico, conta com profissionais de engenharia de materiais e designers de produto, entre outros.

Um engenheiro elétrico pode atuar na elaboração de placas eletrônicas que garantem o funcionamento de diversos equipamentos, seja para uso doméstico ou industrial.

Nas indústrias eletroeletrônicas e de manufatura, o engenheiro pode atuar também na criação de sistemas complexos de instrumentação. Sua contribuição se dá na criação de equipamentos de medição, que exigem um funcionamento preciso, sem margem para erros. Esses instrumentos de medição são utilizados nas indústrias e na construção civil, por exemplo.

Nesse sentido, o engenheiro elétrico atua na criação de hardware e software para sistemas específicos. Alguns componentes de precisão podem ser aplicados na produção de equipamentos médicos e biomédicos para hospitais, clínicas e laboratórios.

Onde estudar Engenharia Elétrica

No Brasil existem centenas de universidades que oferecem o curso de Engenharia Elétrica, tanto públicas quanto privadas.

Ads:



Procurando faculdade?

Ads:



Quanto ganha um engenheiro elétrico?

Ficou interessado no trabalho de um engenheiro elétrico? Gostaria de seguir esta carreira? Conte para a gente aqui nos comentários.

Artigo compartilhado: Guia da Carreira - Engenharia Elétrica

Recomendamos:


Eletricista ou Gambiarrista?

Que nós vivemos no País do " jeitinho " , não há menor dúvida! Infelizmente. As instalações elétricas não fogem à regra, onde o improviso é uma constante, gerando com isso falsa economia em detrimento da qualidade.


A maioria das instalações elétricas não apresenta as condições mínimas de qualidade, principalmente aquelas executadas em habitações de interesse social. Muitas vezes, são instalações que apresentam graves problemas, e são verdadeiros atentados à segurança dos usuários, sem que haja a menor preocupação com o perigo representado pelas famigeradas " gambiarras ".

Se você é profissional faça seu serviço muito bem feito, não seja um gambiarrero por que sim tem muitos profissionais com cursos e estudos nas costas que adoram fazer uma bambiarra. Não ter muito conhecimento em elétrica é uma coisa fazer gambiarra outra totalmente diferente.

Publicidade:


As instalações elétricas malfeitas darão origem às extensões e adaptações posteriores, proporcionando estranhas esculturas ou amaranhados de condutores, as " gambiarras".

" Mas, na verdade, os problemas começam desde a elaboração do projeto elétrico, antes mesmo do início da instalação. É raro encontrar uma planta com indicações claras, precisas e de acordo com as normas NBR5410 e NBR4444. Suas deficiências serão agravadas depois por falhas na execução, entregue muitas vezes a quem não é do ramo ", ou seja, para pessoas sem conhecimento no assunto.

Para concluir, podemos dizer que a realidade das instalações elétricas em baixa tensão no Brasil é...

  • De baixo nível de segurança;
  • Uso de técnicas superadas;
  • Elevada perdas de energia.
Resultando..

Dona instalação foi executada por um famigerado " eletressita ", lembre - se por mais complexa que seja a instalação elétrica (nova ou reformada), nada pode justificar o improviso.

O eletricista que não apresentar qualidade e habilidades em suas instalações não deve se estabelecer.

" O projeto elétrico é coisa séria. Precisa ser elaborado e implantado por pessoas realmente qualificadas "

Lembre - se atender à norma é fundamental

A norma fixa as condições mínimas exigíveis às instalações elétricas, a fim de garantir o seu funcionamento perfeito, a segurança das pessoas e animais domésticos e a conservação dos bens.

Todo projeto elétrico é elaborado a partir de um projeto de engenharia civil (plantas, cortes e detalhes), e deve seguir as recomendações da NBR5410 - Instalações Elétricas de Baixa Tensão e a NBR5444 - Símbolos Gráficos para Instalações Elétricas.

Outro detalhe hoje de uns anos para cá a internet esta literalmente " ensinando e mostrando como realizar as tarefas em instalações elétricas " seja por vídeos ou artigos, desenhos e esquemas, mas lembre-se você só será um profissional se realmente se qualificar realizando cursos presenciais se dedicando aos estudos e seguindo as normas técnicas.

Então eu lhe pergunto você se considera um Eletricista ou Gambiarrista?

Você pode ter acesso a NBR5410 e estuda-la clicando aqui.
Você pode ter acesso a NBR5444 e estuda-la clicando aqui.

Queremos saber sua opinião pode votar na enquete abaixo no final você pode também ver as opiniões de outros usuários.



Recomendamos também:

Curso Gratuito Comandos Elétricos - Carol Borges

Fala amigos e amigas que acompanham o Blog Ensinando Elétrica online desde 2010 ;), no artigo de hoje vou deixar uma MEGA recomendação, para você que esta querendo aprender comandos elétricos.



Assista aos Vídeos de Carol Borges, sempre acompanhei os vídeos dela é uma pena ter parado com as gravações espero que volte. :)

Ads:


Aprenda Comandos Elétricos com Carol Borges

Antes de continuar já se inscreva no Canal do YoutuBe clicando abaixo:


Vou deixar o começo da PlayList disponível para vocês começar a assistir algumas das milhares de vídeo aulas de comandos elétricos.

Comandos Elétricos - Aula 01 / Dispositivos de Proteção



Comandos Elétricos - Aula 02 / Dispositivos de Controle



Não se esqueça de seguir o Canal no Youtube:


Comandos Elétricos - Aula 03 / Contator Elétrico



Gostou das aulas? Agora você acessa o canal se inscreva e continue assistindo a série de comandos elétricos com Carol Borges - Aulas da Carol ;)



Ads



Galera, estou com pouco tempo para estar trazendo novidades mas em breve, artigos novos no Blog Ensinando Elétrica. :)

Recomedamos:



As principais ferramentas do eletricista autônomo.

Olá amigos, para quem já trabalha na área pode ser um artigo muito simples e comum, mas ainda há muitos jovens eletricistas se formando o tempo todo, seja para ser um profissional autônomo ou entrar para uma empresa.

O assunto hoje será - quais ferramentas o eletricista deve ter? com a opinião dos meus amigos do Facebook chegamos há alguns itens, o numero de ferramentas e opções são imensas. Mas esses com certeza você terá que ter na sua caixa de ferramenta.

Publicidade:


Primeiro, se você vai trabalhar em uma boa empresa, a própria empresa é obrigado a te fornecer uma caixa de ferramenta adequada e com os itens básicos para você realizar seu trabalho.

** Atenção vamos falar aqui apenas de "ferramentas" no próximo artigo falo sobre os itens de seguranças EPIs.

Então se você vai trabalhar com as ferramentas que a empresa fornecer, não há muito o que se fazer, use as que ela fornecer e se faltar algo faça a mesma comprar.

Agora se você quer ser profissional autônomo e trabalhar por conta, precisará ter sim boas ferramentas, e de acordo com sua profissão certo.

Como exemplo você pode comprar uma caixa de ferramenta tradicional conforme exemplo abaixo:
Caixa de Ferramenta do Tipo 5 gavetas
Você pode encontrar vários tamanhos e cores diferente, mas essa azulzinha é bem comum dentro das empresas, agora se você quiser comprar bolsa de ferramenta pode ser uma dessa abaixo:

Bolsa de Ferramenta bem legal que achei na NET se tenho? não :(

Enfim as opções são várias, você pode ter as duas também tudo vai do seu bolso certo, enfim já falamos do tipo de caixa de ferramenta, vamos aos itens:

Publicidade:


Alicate Profissional 8" Belzer ou Gedore ou Tramontina tu que sabe, não irei induzir a você comprar a marca que estarei usando como "exemplo" cada um tem seu gosto certo.

Alicate Tradicional para Eletricista 8"
Ou talvez você goste dessa cor certo:

Alicate Profissional detalhe : com prensa terminais bom demais em
Outro item que se você deve ter: Alicate de bico (esse nome é como conheço)

Exemplo de Alicate de Bico longo do Bom

Lembre-se estude as opções o preço, tipo e qualidade. Porem tudo depende do bolso se você quiser coisa boa, vai gastar mais.

Outro item indispensável: Alicate de Corte Diagonal (como eu conheço).

Exemplo de um bom alicate de corte diagonal


Outro item indispensável é Prensa Terminais há vários tipos e modelos. 

Exemplo de Prensa Terminais

Tipos de Terminais encontrados por ai no mercado: Talvez você precisa de prensas terminais diferente, prensa certo para o terminal certo.


Outro item indispensável é: Alicate Crimpador REDE tipo RJ45

Exemplo de Crimpador Terminal de REDE RJ45
mas vou usar esses tipo de ferramenta? bom normalmente um bom eletricista também faz serviços e instalações de cabeamento de REDE de dados então. SIMM tenha um!

Exemplo de utilização da ferramenta acima

Outro item indispensável é: Claro Chaves de Fenda e Philips tenha um bom jogo na sua caixa de ferramentas

Exemplo de Chaves de Fenda e Philips 

Você também pode encontrar no mercado, chaves de fenda ou phillips com seu corpo isolado ideal para eletricista, mas você pode sim ter chaves de fendas comum também como exemplo acima.

Exemplo de Chaves de Fenda e Philips Isoladas

Preciso ter muitas chaves de fenda e philips? não, basta você ter "boas chaves de fenda e philips que não estraguem ou quebre o cabo facilmente o que acontece com as mais baratas".



Sim você tem que ter pelo menos uma chave de fenda curta e uma philips para apertas parafusos de local complicado.

Publicidade:

Outro item indispensável é: Decapador de fio (descascador de fio)

Exemplo de decapador de fio

Sinceramente já usei, mas não gosto de usar, preciso o jeito tradicional mesmo, mas tem gosto para tudo então veja alguns modelos de decapador.

Outro modelo de decapador de fio

Exemplo de utilização do decapador de fio:



Outro item indispensável é: Alicate de Pressão indispensável na caixa de ferramenta do eletricista.

Exemplo de alicate de pressão

Se você achar um com cabo isolado melhor ainda, lembre-se toda ferramenta quando mais isolado melhor será para você se prevenir.

Outro item indispensável é: Chave Inglesa há vários tamanhos mais o que eu tenho é só até 6"

Exemplo de chave inglesa comum

Também você pode encontrar chave inglesa isolada até 1000V.


Outro item indispensável é: Jogo de Chave Combinada

Exemplo de jogo de chave combinada tradicional

Outro item indispensavél é: Arco de Serra Desmontavel

Exemplo de arco de serra
Sim, você vai usar bastante isso pode ter certeza. Pensou na lixadeira né calma já chegaremos lá!

Outro item indispensável é: Jogo de chave allen estrela ou hexagonal

Exemplo de jogo de chave estrela hexagonal
E também um jogo de chave allen comum:

Exemplo de jogo de chave allen comum

Outro item indispensável é: Martelo básico.

Exemplo de martelo comum
Outro item indispensável é: Pulsão.

Exemplo de Pulsão

Detalhes pulsão:

Pulsão serve para marcar ou furar algo simples.
Outro item indispensável é: Detector de Tensão 70V até 1000V (não uso) mas é muito bom ter.

Exemplo de detector de tensão
Detalhes detector de tensão:

Outro item indispensável é: Multímetro Simples.

Multímetro simples custa 15 reais

Claro se você quiser ter um mais caro, ou ter logo um alicate amperímetro é uma boa. 

Um multímetro dos TOP.

Outro item indispensável é: Alicate Amperímetro.

Alicate amperímetro comum

Mas por que, devo ter um multímetro e um alicate amperímetro

Publicidade:


Você não precisa ter os dois, compre logo um alicate amperímetro, o que muda é só pelo jeito fácil de medir a corrente através de suas garras.

Alicate amperímetro dos TOP FLUKE

Outro item indispensável é: Lixadeira
Exemplo de Lixadeira
O uso de lixadeira, é muito comum, para realizar diverços servios de corte em geral, eletrocalhas, bandeijamento, paineis, tubulações etc. Cuidado ao manosear essa ferramenta sempre utilize oculos e luvas de segurança.
Outro item indispensável é: Estilete

Estilete dos mais simples dos simples, abominado por muitos eletricistas.
Estilete Comum já usei muito desses é bom e isolado.

Estilete é um assunto delicado pelo simples fato de você poder se machucar, seja lá descascando fio, ou fazendo algum serviço de corte. Tem até empresa que não deixa trabalhar com esses tipos de estilete.

Veja abaixo uns estilete maneiro adequado para eletricistas:

Uma ótima opção para eletricistas trabalharem, não tem ponta e você pode tampar depois de usar.
Veja outro exemplo abaixo:

Outra boa opção de estilete para eletricista com cabo isolado até 1000V

Bom eu queria ter um desses:


Mas como podem observar ele não é nada isolado é pode ser perigoso trabalhar com ele.

Outro item indispensável é: Limas Redonda e Quadrada ou Achatada.

Lima Achatada

Lima Redonda

Lima Redonda

Outro item indispensável é: Ferro de solda.

Exemplo de ferro de solda tradicional

Claro você vai precisar ter estanho e pasta térmica:

Estanho para Ferro de Solda
Pasta Térmica para cobre.

Outro item indispensável é: Ferro de Solda TIPO Machadinha

Ferro de Solda tipo machadinha para diversos trabalhos
Outro item indispensável é: Trena.

Trena Tradicional

Outro item indispensável é: Serrinha muito bom para serviço no gesso.

Suporte para folha de serra, muito útil para serviço em gesso.
Outro item indispensável é: Serra TICO TICO

Serra TICO TICO
Falando em serviço em gesso taí uma ferramenta que vai acelerar seu tempo de execução em 90% se puder tenha uma tico tico.

Outro item indispensável é: Furadeira Tradicional Aço Rápido.

Furadeira para serviços rápidos e simples
Se você puder tenha uma furadeira dessa muito boa e prática, não serve para serviços mais pesados.

Publicidade:


Lógico tenha ótimas brocas de aço rápido e de videa.

Brocas de aço rápido:

Broca aço rápido
Brocas de Videa:

Brocas de Videa


Outro item indispensável é: Furadeira de Impacto das TOP. MAKITA ou BOSCH

Furadeira de Impacto Makita

Outra opção é a excelente furadeira da BOSCH Top

Furadeira de Impacto BOSCH

Outro item indispensável é: Marreta

Exemplo de Marreta

É comum eletricista ter que fazer uns trampo mais pesado que exija quebradeira então sim, tenha marreta.


Claro e para acompanhar aquele serviço ponteira e talhadeira.

Outro item indispensável é: Jogo de Serra COPO de boa marca

Serra copo uma das melhores marcas
Jogo de serra copo:

Exemplo de Jogo de Serra Copo

Serra copo é ideal para fazer serviço em painéis elétricos em geral, entradas para tubulação dentre várias outras atividades.

Outro item indispensável é: Pincel Simples

Pincel Comum
Tenha sim, um bom pincel para fazer aquela limpeza no painel após a montagem ou a manutenção.

Outro item indispensável é: Rebitadeira

Rebitadeira comum

Ideal para serviços de fixação de canaletas e outros componentes em painéis elétricos.

Outro item indispensável é: Esquadro.

Esquadro Comum

Para fazer cortes com perfeição sempre utilize o esquadro certo.

Outro item indispensável é: Tenha uma boa escada, que seja isolada de preferencia de FIBRA.

Escada de Fibra Isolada
Também tem as escadas extensivas de fibra.


Ate mesmo uma boa escada de alumínio dobrável com os pés isolados emborrachados.

Escada dobrável muito boa e prática
Outra boa opção:


Outro item indispensável é: Itens que não pode faltar na sua caixa de ferramentas

Fita Alta fusão

Fita Isolante

Passa Fio ou Guia Fio
.
Itens interessante que você pode ter: Cinto para ferramenta.

Uma boa opção para deixar na lateral da calça com ferramentas básicas.
Ou então assim:

Opção de Cinto para Eletricista

Talvez um desse?


Ou assim? kkk cuidado para não exagerar, leve somente coisas básicas.

Muita ferramenta pode ser perigoso e em vez de ajudar pode até atrapalhar cuidado.
Bom é isso galerinha, espero que tenham gostado sei que ainda há milhões de tipos de ferramentas se você acha que esqueci de mencionar alguma comente, coloquei as ferramentas mais básicas e comum de o eletricista ter.

Publicidade:

Ads