Ensinando Elétrica  | Dicas e Ensinamentos

"O conhecimento muda a vida das pessoas"

PAINEL DIDÀTICO para PRATICÀ

Fala galera, no artigo de hoje vou dar umas dicas de como você mesmo pode fazer seu painel didático, ai mesmo na sua casa para você aprender e praticar instalações elétricas e comandos elétricos.

Você pode montar seu painel didático e até dar aulas para sua comunidade para os jovens que tenham interesse em aprender instalações elétricas.



Fazendo um painel para prática de comandos elétricos e CLP

Você precisa de um "painel" pode ser de madeira mesmo, até mesmo usar por exemplo porta de madeira ou laterais de guarda roupas, isso mesmo ele dá um ótimo painel para fixar na parede e inserir canaletas e os trilhos.

Para você aprender a elaborar circuitos de Comandos Elétricos baixe o programa CADe SIMU, isso facilitará seu aprendizado.

Veja esses exemplos que eu tinha feito aqui em casa:




Esse é um painel de madeira que reformei e pintei e depois reutilizei para inserção das canaletas trilhos e os componentes de acordo com meu gosto.

Ad:


Veja as ilustrações abaixo de modos que você pode fazer os recortes e cortes das canaletas.

Veja aqui como fazer um CURSO 100% ONLINE DE COMANDOS ELÉTRICOS

Canaletas são utilizadas para organização da fiação em painéis elétricos de distribuição e são essas as medidas disponíveis no mercado.


Quanto mais larga e mais alta a canaleta maior aquantidade de fiação que caberá nela, porém também ocupará mais espaço no seu painel didático, então no momento da escolher idealize bem o que você quer fazer.

Ad:


Layout painel opção 01
Você pode inserir uma canaleta mais larga na lateral e usar a tampa para furar com a serra copo e deixar ali mesmo as botoeiras de comandos e as sinalizações.
Layout  painel opção 02

Você pode pintar a madeira de laranja para ficar bem parecido com os painéis metálicos ou de qualquer outra cor que você escolha:


Veja algumas cores que você pode pintar seu painel.

Ad:


Abaixo tem outros layout de como você pode posicionar e fixar as canaletas de acordo com o seu painel para prática e estudo.

Esses exemplos são opções de como você pode deixar as canaletas fixadas na madeira. Outro detalhe importante também é que você determine o espaço entre elas, tenha certeza que os componentes caberão entre esses espaços.

Bom até ai fica barato, você só precisou do painel de madeira e as canaletas. O que vai ser mais caro é comprar os componentes que você quer colocar no seu painel didático, mas comece com algo simples com o tempo você vai adquirindo e colocando mais coisas nele.

Felipe quais componentes eu preciso comprar para começar a interagir e aprender por conta própria?
Vai depender de quanto você quer gastar, mas para se aprender comandos elétricos não precisa de muitas coisas não, vou deixar abaixo uma pequena lista de itens que você pode comprar para iniciar seu painel didático.


  1. Painel de Madeira
  2. Parafusos para fixar canaletas e trilhos e demais peças
  3. Trilhos
  4. Canaletas
  5. Régua de borneiras (tem vários tipos)
  6. Disjuntores monofásicos max 10A (1 polo)
  7. Disjuntores bifásicos max 10A (2 polos)
  8. Disjuntores trifásicos max 10A (3 polos)
  9. Contatores trifásicos baixa corrente (são os mais baratos) * Verificar a tensão da bobina desejada.
  10. Contatores auxiliares baixa corrente (são os mais baratos)   *Verificar a tensão da bobina desejada.
  11. Relé térmico ajuste 5A-10A (são os mais baratos) * compre os que sejam da mesma marca que os contatores para um encaixe e engate perfeito
  12. Relé falta de fase  *Verificar a tensão da bobina desejada
  13. Relé temporizador 0-15 segundos
  14. Boias de nível
  15. Botoeiras de comando NA e NF
  16. Chaves rotativas (seletores)
  17. Soquetes e lâmpadas coloridas
  18. Sinalizadores * Verificar a tensão desejada
  19. Fontes retificadoras se necessário
  20. Motor elétrico bifásico ou trifásico (pode ser usado e de baixa potência)
  21. Fiação 1,5 mm ou 0.95 mm p/ o comando
  22. Terminais de pontas 0.95 mm a 1,5 mm e anilhas de identificação

Baixe uma apostila de comandos elétricos para você aprender tudo sobre esse assunto clicando aqui!

Bom, esses são alguns itens que você pode comprar para colocar no seu painel didático para você ensinar e praticar e é claro utilizar o simulador CADe SIMU para prática e criação de diagramas de comandos elétricos.

Ad:


Montar um painel para prática de instalações residenciais

Você pode montar um painel para praticar e ensinar instalações elétricas residenciais. Você só precisa de um painel de madeira, caixinhas 4x2, caixinha de teto, conduíte, um quadro de distribuição e montar o layout a sua escolha.

Veja aqui como fazer um CURSO 100% ONLINE DE COMANDOS ELÉTRICOS

Ad:


Veja esse exemplo:


Com um painel como esse, você pode aprender a realizar instalações elétricas simulando uma situação real de instalação de tomadas, interruptores e montagem do quadro de distribuição.

Ad:


Veja esses exemplos para você montar o seu painel didático:

Layout opção 01

Ou você pode montar com a madeira "deitada" a quantidade de caixinhas fica ao seu critério e o tamanho do quadro também, lembrando que o quadrinho tem que ser modelo sobrepor.


Esse layout acima é de um que eu montei para um aluno que me pediu, pois ele queria ter na casa dele e ensinar o filho a fazer instalações elétricas.

Felipe quais materiais eu preciso para montar um painel para prática de instalações elétricas residenciais?
Nessa categoria você não precisa gastar muito. Veja abaixo os principais itens que você precisa ter para começar a praticar no seu painel didático.

  1. Painel de Madeira
  2. Um quadrinho p/ distribuição (sobrepor)
  3. Conduíte 3/4 ou de PVC rígido
  4. Caixinhas 4x2 para tomadas e interruptores
  5. Tomadas 2P+T ( 2 polos + terra)
  6. Tomadas + Interruptor (juntos no mesmo modulo)
  7. Interruptor simples
  8. Interruptor paralelo
  9. Interruptor bipolar
  10. Interruptor intermediário
  11. Disjuntores bifásicos e monofásicos
  12. Soquetes E-27 ou Plafons
  13. Rolo de fio 1,5mm e 2,5mm cores azul, preto, branco, vermelho etc..
  14. Relé fotocélulas
  15. Sensor de presença
  16. Terminais de ponta 1,5 mm e 2,5 mm
Baixe uma apostila básica para aprender sobre instalações elétricas residenciais clicando aqui!

Bom esses são alguns itens que você pode comprar para iniciar sua prática em instalações elétricas e divisões de circuitos.


Viu como é fácil fazer um painel didático para pratica e aprendizado em instalações elétricas? Não há nada melhor que praticar também aquilo que você quer aprender, só assim você aprende e não fica dependendo de oportunidades.

Ad:




Bom pessoal, espero que tenham gostado das dicas e ensine a quem você conseguir passe seus conhecimentos adiante e você receberá em dobro.
Até o próximo artigo.

Ah! e outra coisa, se você precisa de arquivos de elétrica (apostilas PDF) para você estudar e depois poder ministrar suas próprias aulas você pode baixar aqui!

Se você quer ter muito material tipo uns 12GB, você pode baixar via uTorrent clicando aqui!

Veja esses assuntos:




Primeira aula de comandos elétricos

Olá amigos, esse artigo é especialmente para você que tem interesse em aprender comandos elétricos de uma forma simples e fácil. Recomendo que antes de mais nada, que vc baixe o simulador de circuitos CADe SIMU para a realização dessa atividade no seu PC. [Atualizado dia 01/05/2020]



Antes de iniciar a montagem de um painel de comandos elétricos, você deve conhecer sobre os componentes que irá utilizar. No exemplo dessa atividade teremos o diagrama "partida direta".



Conhecendo os itens que utilizaremos nesse exemplo:


É importante que você conheça os componentes elétricos que você vai utilizar para montar o seu painel de comandos elétricos.

Ads:




Para que serve cada item desse:

Disjuntores - Proteção contra sobre-cargas e curto circuitos da rede.
Contator Elétrico - Acionamento da carga trifásica (não protege contra nada, é apenas um liga/desliga circuitos trifásicos)
Botoeira NA - Botão de pulso com o contato Normal Aberto, ao apertar fecha-se o contato.
Botoeira NF- Botão de pulso com o contato Normal Fechado, ao apertar abre-se o contato.
Relé Térmico -Proteção para motores elétricos contra sobre-cargas.
Sinaleira visual verde - Uma iluminação visual para indicar no painel que o motor esta ligado ou circuito energizado.
Motor Elétrico Trifásico - Um motor de indução trifásica, que funciona no sistema trifásico (RST - rede de sistema trifásico).

Ads:




Agora você pode observar no desenho abaixo os componentes posicionados, e abaixo do mesmo o diagrama de comando assim você saberá qual item é representado no diagrama de comandos elétricos.


Lembre-se para você aprender comandos elétricos, você deve baixar o simulador de circuitos CADe SIMU para elaborar seus diagramas elétricos e realizar a simulação.



Você vai passar a fiação no circuito de trabalho(ou de potência) como alguns preferem dizer.


Veja como fica no desenho com os componentes, assim fica melhor para você similar e ver como é fácil desenrolar um circuito de diagrama elétrico.


Então, feito a fiação do circuito de potência, agora você partirá para o circuito de comando, observe o diagrama de comando abaixo:


Agora esse mesmo circuito nos componentes físicos:


As linhas azul, vermelha e preta nada mais que que os fios elétricos indo e saindo dos componentes para seus respectivos lugares, na prática esses fios ficam em canaletas para que o mesmo fique uma estética bonita.

Ads:




Para você aprender a elaborar diagramas elétricos você deve baixar o simulador CADe SIMU 3.0 no seu PC para simular os circuitos elétricos.


As botoeiras e sinalização, estes estarão fixados na porta do painel conforme ilustração acima, você deve ter um conhecimento básico em manuseio de ferramentas como esquadro,furadeira e serra copo.

Vídeo da simulação da atividade:


Você pode baixar o PDF dessa atividade clicando aqui.



Se você quiser aprender mais sobre comandos elétricos, recomendo que veja a categoria "comandos elétricos".

Ads:




Se você tiver perguntas,dúvidas ou sugestões, deixe sua pergunta no fórum ou acesse os grupos de elétrica.




Recomendamos:



Passo a Passo programando a iluminação

Olá galera! Nesse artigo vou mostrar como você pode programar qualquer circuito de iluminação para que seja acionada de forma "automática". [Atualizado em 01/05/2020]

GRUPO VIP DE PROFISSIONAIS DA ELÉTRICA NO TELEGRAM [CLIQUE AQUI] PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE.

Antes de mais NADA, se você quer montar esse circuito e simular no seu computador baixe já o CADe SIMU 3.0 simulador de circuitos elétricos.



Vamos supor que você queira "automatizar" um certo circuito de iluminação para que o mesmo seja acionado das 08:30 e desligue as 12:05. Pois bem, temos um painel trifásico em 380V (tensão entre fases) para o circuito das luminárias será necessário 220V (no 380V você terá 220V usando UMA FASE e um NEUTRO.

Ad:

Observe:

Temos o barramento de "neutro" onde sua tensão é 0V e para cada fio azul que você está vendo nesse exemplo é exclusivo para uma certa quantidade de luminárias OK?

Como disse para se ter 220V em uma rede 380V trifásico, utiliza-se de UMA FASE e um NEUTRO, no circuito de iluminação precisa-se que um disjuntor termomagnético seja utilizado para proteção contra sobrecarga e curto-circuito OK?

Ad:

Observe:

Para cada circuito "único" utiliza-se UM disjuntor unipolar para a fase e o neutro sai do barramento e é claro utilize o fio de aterramento também, então ficando FASE/NEUTRO/TERRA para ser chamado de UM circuito de uma certa quantidade de iluminação.

Veja na foto acima que temos 10 disjuntores do tipo UNIPOLAR, então temos 10 circuitos independentes espalhados nesse lado do painel, portanto também teremos 10 fios azuis onde eles se fazem "PAR" para formar um circuito. Então se temos 10 fios pretos e 10 azuis quantos circuitos de iluminação nós temos ao total? E é claro, não se esqueça do aterramento.

Continuando...

Agora que você já compreendeu sobre FASE/NEUTRO para circuito de iluminação, vamos dar continuidade.

Ad:


O programador horário ou relés programáveis ou TIMERs como muitos chamam, é o dispositivo que será responsável pelo acionamento do circuito de forma "automática", ou seja, você programa quais dias da semana e horário que vai LIGAR e DESLIGAR de forma automática.
A configuração é fácil, mas vamos deixar para um próximo artigo sobre "como configurar o relé timer".

O componente que será utilizado para acionar a "carga" da iluminação será o relé de impulso, mais barato que utilização de contatores para esse tipo de aplicação. Se você nunca viu um relé de impulso segue abaixo:

Ele contém uma bobina no caso (220V) e 2 contatos NA, então utiliza-se UM contato NA para fazer UM circuito de iluminação e o outro (no mesmo componente) para um SEGUNDO circuito de iluminação.

Observe o vídeo abaixo fiz uma teste de "energização" de suas bobinas:


Mesmo que sua bobina NÃO seja energizada, você pode acionar de forma MANUAL pressionando esse botão na frente, os contatos fecha e o circuito se aciona também.

Ad:

Tudo bem, já conheceu os componentes que você vai utilizar para fazer um circuito de iluminação programada e agora cade o DIAGRAMA ELÉTRICO?


Você sabia que aprendendo a "LER" e compreender qualquer diagrama elétrico a execução na prática fica 100% mais fácil? E muitos não SABEM DISSO e apanham para montar um simples circuito.

Baixar o arquivo .CAD dessa atividade.

Veja abaixo um painel completo de distribuição para esse tipo de aplicação, onde temos o circuito alimentador trifásico em 380V, com seus respectivos disjuntores de proteção.


No painel acima, temos um sistema trifásico alimentador RST+N+T, disjuntor do tipo caixa moldada, barramento de neutro, barramento de terra. DPS e os disjuntores de proteção dos circuitos terminais.

Veja o vídeo da simulação do diagrama dessa atividade:


Já baixou o CADe SIMU? Então que tal você por em prática o que você aprendeu aqui? Baixe o simulador no seu PC e inicie seus projetos de comandos elétricos ou o que você desejar.

Ad:




Bom galera o artigo de hoje foi esse, espero que tenha gostado. Eu não sei quando volto a postar novamente então.

Fui...

Recomendamos:

CADe SIMU para celular?

Fala galera, através desse artigo quero informar aos amantes da elétrica que me perguntam direto se existe o CADe SIMU para celular (android).

O CADe SIMU é um programa que possibilita a elaboração de circuitos elétricos e efetuar sua simulação do circuito, assim o aprendiz compreender melhor seu funcionamento.


CADe SIMU é um programa que funciona apenas em computadores pois é um software gratuito para eletrotécnicos e estudantes da área da elétrica.

Existe uma versão do CADe SIMU que funciona em celular?

Não, mas existe o aplicativo mPlan Electrical diagrams através desse aplicativo você pode criar diversos circuitos de comandos elétricos e demais atividades.

Ad:




Porém esse aplicativo não simula o circuito, então ao montar uma atividade você deve saber o que esta fazendo.

Veja abaixo diagramas de comandos elétricos elaborado no programa CADe SIMU 3.0

Exemplo 01 - Partida Direta de Motor Trifásico


Exemplo 02 -  Partida Direta de Motor Trifásico e Reversão de Sentido de Rotação


Exemplo 03 - Partida Estrela - Triângulo



Exemplo 04 - Partida de Motores de forma escalonada (temporizada)


Exemplo 05 - Partida de Motor através de uma única botoeira, sendo possível ligar e desligar o motor pela mesma. 


Exemplo 06 - Partida de dois motores sendo um deles partirá após o motor 1 tiver sido desligado e apos o tempo de desconexão o motor 2 parte. 


Esses diagramas são apenas alguns exemplos de elaboração de circuitos elétricos que você pode criar ao utilizar o CADe SIMU no seu computador.

Ao baixar o CADe SIMU esses exemplos vão juntos e mais 100 modelos .cad prontos para você 
simular na sua máquina.

Você pode aprender a utilizar o CADe SIMU efetuando esse treinamento.

Ad:




Abaixo vamos ver alguns exemplos de elaboração de diagramas utilizando o aplicativo mPlan Electrical diagrams o link para baixar o app estará disponível no final deste artigo.

Exemplo 01 - Partida Direta de dois motores elétricos


Exemplo 02 - Partida Direta com relé falta de fase no circuito e "dica" de utilização de algum componente que parta de forma automática. 


Exemplo 03 -Partida de Motor Elétrico e reversão de sentido de rotação 


Exemplo 04 - Diagrama de trabalho de 4 partidas direta 


 Exemplo 05 - Inserção dos componentes do circuito de trabalho e de comando + inserção de borneiras no circuito.


Exemplo 06 - Criação de um exemplo de aplicação de uma CLP da LOGO utilizando o aplicativo mPlan.


Bom pessoal a diferença é que o CADe SIMU você consegue criar bem mais circuitos elétricos e ainda realizar sua simulação. Já o aplicativo mPlan tem uma certa limitação e não é possível realizar a simulação do circuito ainda....

Crie rapidamente diagramas de comandos elétricos utilizando o mPlan, veja um exemplo:


Ad:





Ad:




Então respondendo as milhares de perguntas que recebo no whats sobre a existência do CADe SIMU para celular.

Recomendamos:



O que é necessário se atentar antes de realizar uma instalação elétrica?

O que é necessário se atentar antes de realizar uma instalação elétrica?

A instalação elétrica compreende todo o conjunto de componentes elétricos, incluindo ligações, conexões, fontes geradoras e as cargas elétricas, que são implementadas fisicamente em algum local. 


Por exemplo, os imóveis residenciais possuem diversos sistemas elétricos instalados, geralmente, de baixa tensão, em que a fonte responsável é oriunda da concessionária e as cargas são os eletrodomésticos, eletroeletrônicos e outros equipamentos conectados à tomada.

As instalações elétricas podem ser definidas como:
  • Instalação em tensão reduzida ou extrabaixa;
  • Instalação em baixa tensão (BT);
  • Instalação em alta tensão (AT);
  • Instalação em corrente contínua;
  • Instalação em corrente alternada monofásica;
  • Instalação em corrente alternada trifásica.

Quando falamos em instalação elétrica de tensão reduzida (ou extra-baixa), quer dizer que ela opera em corrente contínua menor ou igual a 75V ou em corrente alternada menor ou igual a 50V. 

Já a de baixa tensão funciona em corrente nominal superior a 75V e menor ou igual a 1500V (corrente contínua), superior a 50V e menor ou igual a 1000V (corrente alternada). Por fim, as instalações de alta tensão excedem os valores definidos anteriormente.

Diante de todas essas especificações, faz-se necessário ter um projeto prévio das instalações elétricas, isto é, com a verificação de qual tipo de implementação é necessária. 

Conforme dito anteriormente, parte das casas possui serviços de baixa complexidade; já nos ambientes industriais, é possível encontrar instalações de média e alta tensão.

Além disso, qualquer projeto elétrico demanda uma variedade de produtos e componentes, para que a eletricidade seja conduzida de maneira eficaz e segura. 

Por essa razão, recomenda-se que as instalações elétricas sejam instaladas somente por pessoas habilitadas, com conhecimento acerca da disposição dos conjuntos elétricos, bem como das normas que regem os trabalhos com eletricidade.

Noções básicas de eletricidade

Não dá para fazer uma instalação elétrica sem conhecer o básico dos conceitos de eletricidade. Entre eles, é fundamental ter atenção a dois equipamentos: os medidores de energia e o quadro de distribuição.

O primeiro, o medidor de energia, é um sistema elétrico especialmente desenvolvimento para abastecimento pelas concessionárias. 

Com ele, a eletricidade chega até a casa por meio dos postes de iluminação e pelo próprio medidor, que tem a função de identificar o consumo de energia.

Já o quadro de distribuição é um equipamento responsável por receber a energia e, assim, dividi-la para os cômodos do imóvel, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. 

Dependendo do tamanho da construção, é necessário ter mais de um quadro, para que o sistema não sobrecarregue.

Outra forma de garantir a eficiência do quadro de distribuição, especialmente, quando há mais de um no imóvel, é optar por uma central de automação residencial. 

Com ela, é possível controlar automaticamente a distribuição elétrica, oferecendo uma alimentação energética mais eficiente e segura.

Dicas para uma instalação elétrica eficiente e segura

É necessário adotar algumas atitudes para fazer uma instalação elétrica mais segura. Dessa forma, serão evitados problemas futuros, independentemente, de qual seja o tipo de construção.

A norma NR 10

A Norma Regulamentadora 10, ou simplesmente NR 10, rege sobre os princípios de segurança em instalações e serviços de eletricidade. 

O principal objetivo é regulamentar todos os procedimentos que envolvem os trabalhos com instalações elétricas, para garantir a segurança, a saúde e a integridade física dos profissionais envolvidos, de forma direta ou indireta.

Portanto, todo e qualquer projeto elétrico deve estar em conformidade com a norma e, além disso, os trabalhadores devem passar por um curso NR 10 básico, para conhecer as principais disposições da regulamentação.

O curso também é uma exigência da NR 10, que prevê a duração de um treinamento de 40 horas, com conteúdo programático sobre as principais características do trabalho com eletricidade, os riscos, medidas de prevenção e controle, técnicas e procedimentos.

Fora a NR 10, os projetos elétricos também devem seguir as normas de instalações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), incluindo a NBR 5410, sobre instalações elétricas de baixa tensão, e a NBR 5444, sobre símbolos e gráficos para instalações elétricas prediais. 

O descumprimento pode aumentar os riscos de acidentes e comprometer toda a qualidade da instalação elétrica.

Qualidade dos materiais

Parece algo óbvio, mas muitas pessoas preferem escolher produtos e componentes econômicos e baratos na hora de fazer uma instalação elétrica. Contudo, o mais importante é verificar a qualidade desses itens, não somente o preço.

Uma dica é procurar por fabricantes reconhecidos pelo mercado, como as firmas de isolamento térmico para cabos de eletricidade, que oferecem produtos bons e com custos acessíveis. 

Um material de baixa qualidade pode comprometer todo o projeto elétrico e, mais do que isso, ser passível de curtos e outros acidentes envolvendo eletricidade.

A planta descritiva do projeto

Além da realização do projeto elétrico, é importante ter em mãos uma planta descritiva do planejamento e do imóvel. 

Nela tem que constar todas as especificações da instalação elétrica, incluindo os pontos de luz, tomadas, interruptores, equipamentos e demais componentes utilizados.

Vale ressaltar que, em cada cômodo, mesmo em acomodações ou similares, deve haver, pelo menos, um ponto de luz fixo no teto, com potência mínima de 100VA. 

O comando é feito por meio de interruptores de parede, que ligam e desligam o fornecimento de energia para aquele determinado ponto.

Em projetos elétricos para indústrias e construção civil, a planta descritiva deve ser ainda mais detalhada, principalmente, quando houver a presença de máquinas especiais, como o balancim elétrico. 

O equipamento funciona como um comando paralelo de subida e descida, com o uso de cabos de aço. Devido à sua potência, o projeto elétrico deve prever o uso dos balancins e outras máquinas.

Acessórios para executar a instalação elétrica

Fazer uma instalação elétrica não é um trabalho simples e fácil. Por vezes, ele demanda o uso de equipamentos especiais para a implementação das redes e colocação de quadros de distribuição - especialmente, quando o imóvel é de grande porte.

Sendo assim, é preciso verificar a necessidade ou não de acessórios que ajudam na instalação elétrica. 

Um dos mais comuns é o andaime, uma estrutura que facilita o deslocamento dos profissionais em uma área, mesmo em grandes alturas. 

Por isso, recomenda-se pontuar no projeto elétrico se é necessário fazer a locação de andaimes SP e outras regiões, para melhor desempenho do trabalho de instalação.

A instalação de outros equipamentos

Para evitar transtornos e outros problemas, é recomendável perguntar aos proprietários do imóvel ou moradores onde os demais equipamentos serão instalados, incluindo pias, fogões, etc. 

Além de ser possível fazer um planejamento personalizado, a verificação de outros sistemas também permite analisar se não há necessidade de reparos, como uma manutenção tubulação de gás, por exemplo.

Principalmente, no concerne ao sistema de gás, é primordial a atenção aos reparos, uma vez que os vazamentos e a eletricidade em conjunto podem causar danos, como acidentes, explosões e incêndios.

Importante salientar algumas especificações quanto às instalações elétricas para residências.

A potência das tomadas das cozinhas, copas e áreas de serviço, bem como locais semelhantes, deve ser de, no mínimo, 600VA (até três tomadas), e 100VA para tomadas excedentes.

A potência das tomadas nos demais cômodos de uma residência deve ser, pelo menos, 100VA por tomada.

Além disso, alguns aparelhos possuem potências específicas, por exemplo:

Torneira elétrica - 3000W;
Chuveiro elétrico - 4000W;
Micro-ondas - 1500W;
Forno elétrico - 1500W.

Projetos especiais para comércios

Além das residências, outros imóveis como comércio, boates e bares também precisam de atenção no projeto elétrico. 

Ainda mais, porque esses locais devem ser equipados com acessórios diferenciados, como o chuveiro sprinkler, para os projetos de prevenção e combate contra incêndios (obrigatório).

Caso o estabelecimento tenha que cumprir as obrigatoriedades quanto aos projetos de prevenção e combate contra incêndios, é importante avaliar se todos os componentes estão de acordo com as especificações para o laudo AVCB, do Corpo de Bombeiros. 

O não cumprimento dessas regras pode acarretar em multas e, até mesmo, fechamento do local.

Além da prevenção contra incêndios e os cuidados com instalações elétricas, os imóveis abertos ao público devem oferecer formas de acessibilidade. 

Por exemplo, recomenda-se o uso de rampas e corrimão em aço inox nas escadas, para facilitar a movimentação de pessoas com deficiência física ou dificuldade de mobilidade.

Atenção as novas tecnologias

O avanço tecnológico e o aprimoramento técnico permitiram a inovações de muitos projetos elétricos. 

Por esse motivo, os profissionais que atuam no ramo devem estar sempre atentos às mudanças no setor, com a adaptação de componentes, uso de novos recursos e automação de redes elétricas.

Ao perceber as tendências de mercado e as inovações tecnológicas, os profissionais são capazes de oferecer um serviço mais completo, eficaz e seguro, pois a tecnologia tem como objetivo a praticidade. 

Sendo assim, a constante atualização no ramo de engenharia elétrica é importante não só para os profissionais, mas para todos que desfrutam de uma instalação elétrica de excelência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.