Ensinando Elétrica  | Dicas e Ensinamentos

"O conhecimento muda a vida das pessoas"

Saiba a importância de realizar a manutenção em equipamentos elétricos

A energia elétrica é imprescindível para as pessoas nos mais variados setores e de diversas maneiras. Trata-se de um recurso atrelado com questões básicas de sobrevivência até mesmo com produções em massa e avançadas. De qualquer forma, equipamentos elétricos conquistam cada vez mais espaço e ao longo da vida útil é necessário que ocorra o processo de manutenção para garantir o desempenho adequado.



Naturalmente, é preciso que cada projeto de instalação elétrica seja implementado de forma cautelosa, pois as necessidades e restrições de cada local devem ser respeitadas. Em indústrias e prédios, por exemplo, é muito comum o uso de motor para porta de enrolar, painéis elétricos, geradores e sistemas de proteção contra incêndio. Cada item empregado requer inspeções periódicas, seja ao notar um dano ou não.

Ad:


É imprescindível considerar que os equipamentos são acometidos de maneiras diferentes, como erros de desempenho, erosão, corrosão, abrasão e envelhecimento. Certamente, para cada desgaste há um limite antes que ocorra a quebra e por esse motivo, conforme será apresentado a seguir, existem diferentes manutenções que podem ser empregadas.

Tipos de manutenção

Realizar manutenções de maneira periódica evita que os equipamentos elétricos alcancem estágios severos de comprometimento. Por esse motivo, ao se tratar das formas de manutenção mais comuns, é possível citar: preventiva, preditiva e corretiva. A característica de maior destaque, principalmente ao se tratar da preditiva e da preventiva é o planejamento.

O primeiro caso é empregado essencialmente com a premissa de amenizar ou evitar a possibilidade de queda no funcionamento do equipamento elétrico. Para essa alternativa, é necessário elaborar um plano com intervalos bem determinados. Trata-se de uma opção recomendada predominantemente para sistemas de operação contínua e complexos.

Ad:

A preditiva também é chamada de manutenção planejada, nesse caso, ocorre o acompanhamento contínuo dos equipamentos e dessa maneira, é possível que as falhas sejam previstas e consequentemente, a necessidade de realizar uma intervenção. Afinal, nessa modalidade as condições do equipamento são cautelosamente averiguadas desde que o equipamento possibilite o monitoramento.

No caso da corretiva, corresponde a um tipo de manutenção realizada após uma disfunção no equipamento.  Dessa forma, seu desempenho sofre correção de forma imediata, com possibilidade de ser ou não planejada. Normalmente, quando há um planejamento devido a uma falha, pode apresentar custos inferiores, uma vez que quebras inesperadas podem ter como resultado um grande impacto na produção.

Seja em bomba pressurizadora de água, painéis elétricos, manutenção de para raios ou pequenos reparos na iluminação, é fundamental recorrer ao suporte de empresas de instalações elétricas prediais ou de outros setores, que sejam de confiança. Sendo assim, o responsável pelo local evita não apenas acidentes, como também garante a confiabilidade no serviço contratado.

O fato de existir diferentes manutenções pode gerar certas dúvidas nos responsáveis, principalmente em relação ao momento adequado para a execução em cada equipamento. No entanto, é válido considerar que não há apenas uma forma de preservar o equipamento e que as manutenções podem ser mescladas para garantir equilíbrio no custo-benefício.

Os principais cuidados com sistemas de eletricidade

Em indústrias, prédios comerciais e residências de forma geral, há diferentes tipos de acidentes e outros problemas que podem ocorrer envolvendo a eletricidade, o que reforça a importância das manutenções. Naturalmente, cada ambiente reúne suas particularidades, mas de forma geral, os problemas de maior destaque são:
  • Ausência de dispositivos de proteção;
  • Subdimensionamento de rede;
  • Sobrecargas;
  • Eletrocussão.
As manutenções podem evitar a ausência de componentes específicos para a proteção dos equipamentos elétricos, principalmente ao considerar as diversas normas de segurança aplicáveis ao tema. São elementos cruciais para evitar acidentes, principalmente devido a choques. Além disso, vários equipamentos são ideais para evitar sobrecargas.

Ad:

Já o subdimensionamento é marcado pela quantidade inferior dos cabos e componentes de rede do que é necessário para o funcionamento adequado do sistema. Um profissional especializado pode ampliar a voltagem necessária, ajustar as ligações exigidas e manusear as fiações de maneira adequada.

As sobrecargas podem ser causadas por diversas questões, inclusive pelas citadas anteriormente. Ainda mais, improvisações na rede e o envelhecimento natural dos elementos também podem resultar em um uso inadequado do sistema de energia. Nesse caso, a manutenção prioriza a correção dos pontos de energia, evitando essencialmente o consumo concentrado em determinado ponto.

Por fim, a eletrocussão corresponde a uma fatalidade, em que o contato com a rede elétrica chega ao potencial de levar a morte. Dependendo da situação, ocorre a paralisação da respiração, devido às queimaduras, parada cardíaca ou contração dos músculos. A intensidade das ocorrência depende de uma série de fatores, como a intensidade da corrente e tipo de equipamento envolvido.

Neste cenário, se pode observar que independentemente do ambiente, as manutenções fazem grande diferença para a operação e conservação de equipamentos elétricos. É imprescindível dar ênfase ao fato de que a manutenção deve ser realizada por um profissional devidamente preparado, afinal, acidentes envolvendo a rede elétrica podem causar grandes prejuízos e fatalidades.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Artigos recomendados: