Header AD

Comutação de Redes Elétricas

Olá meus amigos tudo bem com vocês? espero que sim e no artigo de hoje vamos falar sobre comutação de redes, vamos imaginar aqui uma maquina em funcionamento e de repente acaba a energia da concessionaria, porém você tem a alimentação do gerador que fornece alimentação adequada e suporta tal corrente para tal maquina como você poderia elaborar um sistema desses?

Lembre-se é claro que existem meios bem mais modernos e automatizados, sofisticado, como por exemplos as chaves de transferências automáticas, mas tome esse artigo como um exercício de fixação.



Comutação de Redes
Em alguns sistemas a falta de energia em uma linha de alimentação não pode ser motivo de parada de equipamento. Nestes casos, utilizamos uma linha auxiliar, totalmente independente da linha principal,para suprir energia ao sistema enquanto a falta na linha principal e suas causas são estudadas para normalizar a situa

Publicidade:


Nesse artigo é proposto um circuito que detecta a falta de energia em uma linha e executa a comutação ou mudança de alimentação do equipamento para outra linha. As duas redes devem ter o mesmo nível de tensão e as mesma sequência de fase.

Funcionamento do Sistema Proposto

No sistema proposto (abaixo no diagrama de comando), o motor com tag 1M5 deve ser mantido em funcionamento através da rede auxiliar (rede 2), se houver uma falha na rede principal (rede 1). O motor parte suportado pela rede 1. Se essa rede cair, automaticamente o circuito desconecta o motor da rede 1 e o conectar à rede 2. Para que o sistema funcione, deve ser seguido o procedimento de partida e operação das redes. Acompanhe:

Partida através da Rede 1 e Preparação da Rede 2

  • Estando os dois disjuntores 1F0 e 1F1 desligados, ligamos o disjuntor 1F0 da rede 1;

  • Partimos o motor pelo botão 1S1. 1K1 é energizado, sela através de 1K1(13;14) e aciona o motor através de seus contatos principais. Também abre 1K1(21;22), impedindo a energização de 1K2;

  • Ligamos o disjuntor 1F1 da rede 2. Neste momento o operador verifica se as duas redes estão ativas através de 1H1 e 1H3, e se o motor está ligado pela rede 1 através de 1H2 que são os luminosos indicativos no painel.
O motor 1M5, neste momento, está funcionando normalmente através da rede 1.

Falha da Rede 1 (Rede 1 Inativa/Sem tensão)

  • 1K1 é desenergizado, pois está conectado a rede 1; 1K1(21;22) volta à posição NF energizando 1K2, que manterá o motor em funcionamento;

  • 1H1 apagada ( rede 1 desligada), 1H3 acesa (rede 2 ligada) e 1H4 acesa (motor sustentado pela rede2).
A condição normal de trabalho (rede 1 sustentando o motor) deve ser restabelecida assim que possível, portanto, no momento mais apropriado, deve-se religar o disjuntor 1F0 e devolver o acionamento para 1K1 través de 1S1 (1S1 liga 1K1 que desativa 1K2 através de 1K1(21;22)).

Publicidade:


Importante: As duas redes devem estar com a mesma sequência de fase (exatamente como no diagrama) para evitar um curto-circuito ao restabelecer o funcionamento pela rede 1. Um procedimento de segurança para restabelecimento das condições normais seria a parada do sistema com a desativação da rede 2 e reinício da operação executando o procedimento de partida pela rede 1 mencionado anteriormente.

Considerações sobre a Proteção contra Sobrecargas

Neste exemplo temos um único relé de sobrecarga instalado, o que a principio dificultaria a instalação do único contato fechado 1F4(95;96) para desligar os circuitos de comando das redes 1 e 2. Este problema foi resolvido utilizando o contato aberto 1F4 (97;98) do relé térmico para acionamento do relé 1d1. Em uma eventual sobrecarga, o 1F4(97;98) energiza 1d1 que desliga 1K1, enquanto o contato 1F4(95;96) desligará 1K2.

A sobrecarga deve ser reconhecida pela eliminação da causa e rearme do relé térmico. Ao executar uma nova partida do sistema, 1S1(1;2) desativa 1d1.

Parada do Motor

Estando o motor funcionando através da rede 1, a sua parada pode ser efetuada pressionando 1S0.

importante ressaltar que é necessário desativar a rede 2 antes de uma nova partida. Para tanto, desliga-se o disjuntor 1F1. Se não for seguido o procedimento de partida, o motor partirá pela rede 2, que é a rede auxiliar, e não pela principal.

Publicidade:


Diagrama de Comando e Trabalho

1° Vamos observar o circuito de comando totalmente desligado.

Clique na imagem para ampliar

2° vamos observar em operação pela rede 1 motor acionado normalmente.

Operação:

1- Deve-se primeiramente ligar apenas a rede 1 através do disjuntor 1F0, em seguida partimos o motor através de 1S1;
2- Com o motor em funcionamento, ligamos a rede 2 através do disjuntor 1F1;
3- Uma falha na rede 1 desligará 1K1 e 1K2 entrará para manter o motor em funcionamento, perceba que o mesmo esta sendo alimentado pela rede auxiliar.

Publicidade:



Obs: 1H3 e 1H4 ligadas indicam que a rede auxiliar está mantendo o motor, será necessária uma intervenção para regularizar a situação e voltar a operar pela rede principal. Em nenhuma circunstância a rede auxiliar pode ser utilizada para operação normal neste caso.

Clique na imagem para ampliar

3° Vamos observar em operação pela rede 2 nesse caso, onde se encontra o disjuntor da rede 1 desativado, e ao acionar o disjuntor da rede 2 o comando entra em funcionamento.

Clique na imagem para ampliar

Bom é isso galera, espero que tenham gostado desse artigo, deixa seu comentário caso tenha alguma sugestão de como melhorar esse sistema. Lembre-se essas dicas são para todos e não para mim, então você pode sim ajudar com nossos projetos.

Publicidade:



Comutação de Redes Elétricas Comutação de Redes Elétricas Reviewed by Ensinando Elétrica on 17:07 Rating: 5

Um comentário

  1. Muy buen material informativo!!! Felicitaciones. Si pueden suban material para conexion de un grupo electrógeno cuando cae la red principal. Brigado.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Deixe seu comentário sobre esse artigo, você também pode personalizar com o emoticons disponíveis acima. Em breve estaremos respondendo. Lembre - se para comentar você deve ser um membro do Blog, você pode seguir pelo gadjet seguidores.

Post AD

gifgifs.com